O fungo de Chernobyl que come radiação

A usina soviética de Chernobyl foi palco do pior acidente nuclear da história. A radiação fez com que cidades inteiras fossem evacuadas e deixou a região em volta do complexo inabitável por cerca de 20 mil anos.

Em 2007, um robô foi enviado para investigar os escombros da usina e fez uma descoberta bastante surpreendente: havia fungos crescendo nas paredes infestadas de radiação. Trata-se de leveduras Cryptococcus que desenvolveram melanina (a mesma substância que protege a pele do sol) e convertem radiação gama na energia necessária para o crescimento.

Image

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s